Bienal do Livro traz lançamento da obra “Grande Circo Favela”, inspirada na história do primeiro palhaço negro do Brasil

Bienal do Livro começou no dia 30 de agosto

História do primeiro palhaço negro no brasil vira livro na Estrela Cultural e tema do enredo da Escola de Samba Salgueiro em 2020. Imagem: Divulgação

O primeiro fim de semana da Bienal do Livro no Rio de Janeiro, 31 de agosto, está reservado para um verdadeiro show de cultura. No palco do pavilhão infantil, em frente ao estande da Editora Estrela Cultural, ocorrerá o lançamento oficial da obra “Grande Circo Favela“, inspirada na história de Benjamin de Oliveira, o primeiro palhaço negro do Brasil.

Além disso, crianças do projeto Aprendizes do Salgueiro, farão uma apresentação, às 16h30, levando o samba para a Bienal, algo inédito dentro do evento. A Bateria Furiosinha, formada por jovens entre 7 e 17 anos, além de cantores mirins, celebrarão o lançamento da obra de Otávio Junior.

Na história, a menina Ju, personagem principal, vai em busca da realização dos seus sonhos ao lado do amigo, o palhaço Mingau, que trocou a alegria pela tristeza depois que o circo no qual trabalhava fechou. Perdido, ele perambula pela cidade até chegar à favela onde mora Ju. Ela, que nunca havia visto um palhaço de perto, tem uma grande ideia que surpreenderá a todos. A obra conta com as ilustrações de Roberta Nunes.

Os 150 anos de seu nascimento serão celebrados também no carnaval de 2020, na Marquês de Sapucaí, no enredo “O Rei Negro do Picadeiro”, desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza para os Acadêmicos do Salgueiro.

Bienal do Livro no Rio de Janeiro 2019

Riocentro – Av. Salvador Allende, 6555, Barra da Tijuca. De 30 de agosto a 8 de setembro. De segunda a quinta, das 9h às 21h; sexta, das 9h às 22h; sábado e domingo, das 10h às 22h.

157
VISUALIZAÇÕES