23h às 29h: Ginteria é o destino certo para um happy hour

Drinque Gin Gin Mule

Querido leitor,

Mandaram-me uma mensagem perguntando como eu fiz para adquirir “profundo” conhecimento sobre bebidas. Confesso que considerei a mensagem um engano, talvez confundiram-me com algum dos adoráveis colunistas do “Bom de Copo” desta revista.

Eu respondi dizendo que, em resumo, apesar de eu ter bebido muito ao longo dos anos, pouco sei sobre o que bebo. E talvez, movida por um sentimento de querer conhecer melhor alguma das coisas que bebo, fiquei sabendo quase que por coincidência de um bar que é especializado em gim.

Quem me contou foi o meu neto Antônio, que trabalha no mercado financeiro, lá no Itaim, bairro de gente chique e trabalhadora. O nome do bar é Ginteria e, segundo meu neto, eles servem mais de 30 rótulos de gim. Essa informação por si só me gerou curiosidade para visitar o lugar.

Fui em uma noite de sexta-feira com a minha querida amiga, a Sra. Nádia – companheira de desventuras desde a época da faculdade. Conforme fomos aconselhadas pelo meu neto, chegamos lá um pouco depois das seis da tarde. O bar enche rápido por causa da happy hour.

Na entrada, uma simpática moça loira pediu meu documento de identidade. Eu disse que podia assegurá-la, apenas com meus cabelos brancos, que eu definitivamente era maior de idade. No entanto, o propósito era abrir uma comanda.

Apesar de ter um clima de balada, você não paga um preço para entrar. No 1º andar fica o bar com algumas mesinhas. Então logo fui ao cardápio explorar se aquela história de mais de 30 rótulos de gim era verdadeira. E confirmei que sim. Havia muitas opções de escolha.

Desde a marca de gim que você quer para a sua bebida – conforme anotei em meu caderninho, eles separam as marcas por “Standard” (R$ 36), “Premium” (R$ 47) e “Super Premium” (R$ 58) – até a lista de drinques do bar. Minha escolha foi o “Blue Bull Fizz” (R$ 36), com gim, suco de laranja e Red Bull Blue Berry.

Eles também têm uma carta de drinques clássicos apenas com gim. Pedi um Bramble (R$ 36) e achei excelente. O dry Martini (R$ 36) com Plymouth Gin estava ótimo. Já a Nádia não bebeu nada. Ela estava tomando antibiótico e aventurou-se apenas em  um prato de bacalhau confitado (R$ 68,90).

O resto da noite passamos no 2º andar, onde tem uma pista de dança com DJ. O lugar ficou lotado. Foi uma ótima noite. Pude experimentar vários tipos de gim. E você me pergunta: saí de lá sabendo mais sobre a bebida? Termino avisando que, felizmente, continuo etílica e ignorante.

Beijos!

Ginteria

Rua Amauri, 284, Jardim Europa, tel. 3078-3970. De terça à sexta, das 18h às 5h; sábado, das 15h às 5h.

307
VISUALIZAÇÕES