“Ägô” tem curta temporada no Sesc Consolação

O que se passa no mundo hoje enquanto um corpo se move ou dança? Ägô, busca responder a essa questão por meio de linguagens, símbolos, pensadores e criadores da cultura negra. O solo estreia dia 26 de novembro, às 20h, no Sesc Consolação.

Ägô, em cartaz no Sesc Consolação

Ägô evoca a memória e a imaginação de um corpo brasileiro, feminino, dançante e negro. Foto: Renato Mangolin / Divulgação

O espetáculo integra a programação “Do 13 ao 20 (re)existência do povo negro”, ação em rede que faz alusão aos marcos das datas 13 de maio e 20 de novembro, propondo diálogos sobre a condição social da população negra. A obra Ägô utiliza extratos de textos de Achille Mbembe, Maya Angelou, Anna Miranda, Grada Kilomba, Wislawa Szymborska, Angela Davis, Franz Fanon, Edna St. Vicent Milley, Marcelo Yuka, Pedro Rocha e Bell Hooks para construir uma dramaturgia que reflete sobre questões da atualidade, em especial do povo negro, por meio das inquietações, memórias e vivências da coreógrafa e intérprete Cristina Moura.

Ägô fica em cartaz até o dia 16 de dezembro no Espaço Beta do Sesc Consolação. As apresentações ocorrem às segundas e terças, às 20h, e os ingressos podem ser adquiridos nas unidades do Sesc no Estado de São Paulo ou no portal.

Sesc Consolação

Rua Doutor Vila Nova, 245, Vila Buarque, tel. (11) 3234 3000.

774
VISUALIZAÇÕES