Arte por SP: confira as exposições em cartaz, em janeiro

Arte é definitivamente algo que não falta em São Paulo. Com tantos museus e casas culturais, diversas exposições estão espalhadas pela cidade. Para te ajudar a se programar, todo dia 15 de cada mês faremos uma listas com algumas mostras em cartaz pela capital paulistana. Confira:

“Chiharu Shiota: Linhas da Vida [LIFELINE]”, no CCBB

A instalação ‘Além da Memória’ é composta por mais de mil folhas de papel em branco. Foto: Ding Musa / Divulgação

A artista japonesa ocupa o CCBB com seus trabalhos site specific – obra que toma forma de acordo com o local onde está instalada. Ao todo, são 70 obras de Shiota, desde o início de sua carreira (1994) até alguns trabalhos inéditos. Como o nome da exposição sugere, seu trabalho é feito principalmente com linhas. Para visitas é preciso agendar horário. A mostra fica em cartaz até 27/01.

Até: 27/01
Entrada: Mediante agendamento (app Eventim, ou site do CCBB ou na bilheteria)

“Olá, Maurício!”, no Centro Cultural Fiesp

Mostra reúne um acervo com a história da Turma da Mônica. Foto: Karim Kahn

A trajetória de 60 anos de Maurício de Souza e os quase 500 personagens criados são o tema da exposição “Olá, Maurício!”, em cartaz no Fiesp. A mostra retrata a experiência que o artista teve, principalmente com a Turma da Mônica, além de também contar com novos quadros da coleção Histórias em Quadrões, que exibe releituras das mais importantes e conhecidas pinturas de artistas mundialmente consagrados.

Até: 16/02
Entrada: Gratuita

“Batman 80 – A Exposição”, no Memorial da América Latina

Exposição é em homenagem aos 80 anos do Batman. Foto: Divulgação

A exposição estava inicialmente prevista para encerrar em dezembro do ano passado, mas dado seu sucesso, foi prorrogada para até o dia 02/02. “Batman 80 – A Exposição”, em cartaz no Memorial da América Latina, traz uma completa imersão em Gotham City. Celebrando os 80 anos do herói  reúne cenografia, acervo com quadrinhos e outros itens raros, além de textos explicativos que contam a evolução e a importância de um dos personagens mais famosos do mundo.

Até: 02/02
Entrada: Meia (R$17,50) e inteira (R$35)

“Léon Ferrari: Nós não sabíamos”, na Pinacoteca

Mostra retrata a investigação de Léon Ferrari. Foto: Divulgação

Em cartaz na Pinacoteca, a exposição reúne 94 obras do artista argentino em duas séries: L’Osservatore Romano (2007) e Nunca Más (2006). A primeira traz 43 impressões digitais sobre papel, se referindo a um tradicional jornal homônimo elaborado pelo Vaticano. Ferrari fez um recorte, associando às manchetes da publicação diversas imagens e ilustrações relacionadas à história da religião católica, retratando, sobretudo, imagens de pecadores e castigos, ou imagens eróticas ou ainda imagens contemporâneas relacionadas ao nazismo e à ditadura argentina. Já na segunda série, ele se refere aos artigos publicados no jornal Página 12 (Buenos Aires, Argentina), entre os anos 1995 e 1996. Nesses artigos, era anexado o relatório preparado em 1984 pela Comisión Nacional sobre la Desaparición de las Personas – CONADEP, contendo listas com os nomes de pessoas desaparecidas durante os anos da ditadura no país.

Até: 16/02
Entrada: Gratuita

Exposições no MIS

Exposição conta com mais de 20 áreas e 200 filmes. Foto: Divulgação

Duas exposições se aproximam de seu fim no Museu de Imagem e Som: “Musicais no Cinema” e “Nova Fotografia 2019 | Radiolas”. A primeira se encerra no dia 16/02. Concebida pelo Musée de la Musique – Philharmonie de Paris, a mostra traça um panorama sobre o universo do gênero musical no cinema nacional e internacional, desde os primórdios do cinema musicado até obras recentes, como o premiado La La Land (2016) e Rocketman (2019). A partir de fotografias, vídeos, cartazes, documentos de produção, figurinos e depoimentos, a mostra reúne filmes musicais de diferentes partes do mundo.

Até: 16/02
Entrada: Meia (R$10) e inteira (R$20)

Mostra traz o reggae maranhense e paulista. Foto: Divulgação

Já a segunda, a data é mais apertada. “Nova Fotografia 2019 | Radiolas” se encerra no dia 19/01. A exposição de Felipe Larozza traz as cenas do reggae maranhense e paulista. Ao todo, são 16 imagens realizadas de 2016 a 2019 em São Luis (MA) e São Paulo.

Até: 19/01
Entrada: Gratuita

Exposições no IMS

Ilustração de J. Carlos / Acervo do IMS

Outro local com exposições perto de se encerrarem é o IMS. A mostra “J. Carlos: Originais” traz as obras de um dos principais cronistas brasileiros da primeira metade do século XX, José Carlos de Brito e Cunha (1884-1950). O público pode ver instantes decisivos dessa longa e variada produção em cerca de 300 desenhos do artista.

Até: 26/01
Entrada: Gratuita

Myra e amigas, Greenville, Carolina do Sul, EUA, 1974. Da série Retratos na Varanda – Susan Meiselas/Magnum Photos

Já “Susan Meiselas: Mediações”, faz uma retrospectiva da fotógrafa norte-americana. Meiselas tornou-se conhecida principalmente pelo trabalho em zonas de conflito na América Central, em especial por suas poderosas fotos da revolução sandinista na Nicarágua. A mostra apresenta obras de 1970 até os dias de hoje.

Até: 16/02
Entrada: Gratuita

“Ecos Mecânicos: A máquina de escrever e a prática artística”, no MAC

Exposição explora o uso da máquina de escrever na prática artística. Divulgação

Em cartaz até o dia 26/01 no MAC USP, a exposição conta a história do instrumento presente, principalmente no século passado, na vida de diversas pessoas. Explorando sua utilização na residência e vida artística, a mostra inclui trabalhos seminais da poesia concreta e de artistas das décadas de 1970 em diante, até os mais contemporâneos, de diversas nacionalidades.

Até: 26/01
Entrada: Gratuita

“João Câmara – Trajetória e Obra de um Artista Brasileiro”, no Museu Afro Brasil

Obra de João Câmara presente na mostra; Divulgação

Em cartaz no Museu Afro Brasil, a exposição retrata a trajetória do artista paraibano conhecido por refletir em sua obra as raízes da cultura nacional. Ao todo, são cerca de 50 obras (pinturas e litografias) do artista, desde o final da década de 70 até o início dos anos 2000.

Até: 19/01
Entrada: Meia (R$7,50) e inteira (R$15); grátis nos sábados

Confira também as exposições em cartaz no Rio.

1666
VISUALIZAÇÕES