Bom de copo: A moda do vinho Bio – a novidade que está conquistando os paulistanos

Antônio e Bruno Faccin com seu vinho familiar

Hoje o vinho Bio (na Europa significa orgânico), ou biodinâmico, natural, está definitivamente na moda. E não é só por aqui não, está no mundo todo. Na França, os vinhos Bio cresceram nos últimos cinco anos nada menos do que 276%! O dado foi divulgado pela revista francesa La Revue du Vin de France, que trouxe sua capa de junho dedicada ao tema dos orgânicos, biodinâmicos e naturais. Nesse momento, o importante é você priorizar a boa informação e procurar checar sobre os produtores, pois os oportunistas aparecem sempre onde há demanda.

Para experimentar um vinho realmente puro, lembre-se de dar uma visitadinha no site do produtor e olhar suas fichas técnicas, procurando, por exemplo, sobre a fermentação. Veja se é espontânea ou se menciona leveduras indígenas. Quem produz vinho assim, faz questão de dizer em suas fichas. Esses são os vinhos mais autênticos que você encontrará, pois as leveduras indígenas, naturais do vinhedo, são a garantia do sotaque daquele local.

Isso não quer dizer que esses vinhos sejam melhores que outros, até porque gosto é algo particular e cada um tem o seu – inclusive, as pessoas se acostumam com um determinado gosto. Porém, eu gostaria de convidar você a abrir seu paladar para experiências de autenticidade, pois no futuro é isso que os bons apreciadores de vinho procurarão, um vinho que represente de fato sua origem, a família que o produziu. Acredite.

Autenticidade

Confira alguns dos brasileiros naturais, que devem realmente ser experimentados. Saúde!

Atelier Tormentas

Sediado em Canela (RS), Marco Danielle é um produtor absolutamente livre e que está fazendo história. Não conheço outro caso de vinho brasileiro que tenha arrancado no mundo tantos elogios.

Era dos Ventos

Na Serra Gaúcha, Luís Henrique Zanini produz de modo artesanal vinhos de personalidade. Seu Era dos Ventos Peverella foi apresentado como destaque em junho em Nova York, em um seminário sobre vinhos naturais.

Entre Villas

Eles são feitos de forma artesanal, sem adição de sulfitos, na serra da Mantiqueira, em São Bento do Sapucaí (SP). Entre as castas, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Shiraz, Malbec e Pinot Noir.

Faccin Vinhos

Produzidos em Monte Belo do Sul, na Serra Gaúcha, com vinhedos próprios, os ótimos vinhos da marca têm fermentação de leveduras selvagens contidas na casca da uva. Segundo a família Faccin, são “vinhos que dão alegria sem dar ressaca”.

Vinhedo Serena

Uma família superunida que vive em Pinto Bandeira, no nordeste do Rio Grande do Sul, onde cultiva vinhos com certificação orgânica, manejo biodinâmico, cores e sabores diversos. Um resgate de tradições e antigos saberes.

Famiglia Boroto

Em Garibaldi, os Boroto produzem vinhos orgânicos desde 1986. Hoje fazem vinhos com as uvas próprias e sem nenhum aditivo nem SO2. Alguns de seus vinhedos são centenários.

616
VISUALIZAÇÕES