The British College of Brazil prepara seus alunos para os desafios de amanhã com um currículo inovador

Aberta em 2011, a escola britânica tem um programa focado na abordagem interdisciplinar e na autonomia

Como é possível educar uma criança para o futuro se não sabemos nem como será o mundo daqui a cinco anos? Muitas das carreiras de amanhã sequer foram inventadas.

Em meio a esse contexto, os modelos tradicionais de educação, baseados na memorização de conteúdos, não dão conta de formar o cidadão para os desafios do futuro. “O sistema educativo precisa ser repensado para que ele possa manter as pessoas criativas e para que as crianças floresçam o máximo do seu potencial”, afirma Duncan Rose, diretor da The British College of Brazil (BCB).

Arte, idiomas, dinamismo, projetos especiais, interdisciplinaridade, vivência internacional e estímulo à autonomia são algumas das ferramentas que a escola britânica utiliza para atingir esse propósito.

Com um currículo bastante abrangente, a BCB se destaca pelas oportunidades de desenvolvimento pessoal que oferece aos alunos. Do maternal ao ensino médio, os estudantes têm aulas de artes visuais, música e teatro. Com exceção das aulas de português, espanhol e de estudos sociais brasileiros, todas as matérias são dadas em inglês por uma equipe de educadores treinada no Reino Unido.

Os alunos com dificuldade no idioma inglês são direcionados para aulas de adaptação a fim de conseguir acompanhar a turma. Muito além de uma escola bilíngue, na qual os alunos saem com fluência no idioma, The British College of Brazil proporciona experiências transformadoras.

A escola tem parceria com algumas das mais prestigiadas instituições do mundo. Em abril, alguns de seus alunos se apresentaram em uma orquestra em Miami em colaboração com a Juilliard School of Arts de Nova York. Em 2020, os jovens farão uma vivência no Massachusetts Institute of Technology (MIT). Os atletas também são contemplados: competem, uma vez por ano no Global Games, na Flórida, em várias modalidades.

“Um ambiente internacional amplia os horizontes dos alunos e os capacita a encontrar soluções contemplando a diversidade de pontos de vista”, comenta o diretor, ressaltando que 61% dos estudantes são estrangeiros com mais de 38 nacionalidades diferentes. Para Rose, o ambiente cosmopolita da escola promove o debate e o pensamento crítico. A abordagem interdisciplinar e o estímulo à autonomia são pilares-chaves do programa. Os estudantes também são engajados ativamente em projetos sociais.

Agora, a cereja do bolo desse processo são os programas para ingressar em universidades estrangeiras. A escola prepara para o vestibular (currículo nacional), o IGCSE (Certificado Geral Internacional de Educação Secundária) do Cambridge e o IB Diploma (diploma internacional aceito em instituições mundiais de prestígio).

Fundada em 2011, terá sua primeira turma graduada em 2021, com a expectativa de que seus jovens ingressem nas principais faculdades do planeta. “O currículo britânico e o IB Diploma impõem responsabilidades aos estudantes. Fazem com que eles aprendam de forma ativa, procurando soluções para os problemas. Essa é uma habilidade que eles vão precisar durante a vida inteira, inclusive nos ambientes de trabalho”, defende Rose. The British College of Brazil, certamente, é uma escola empenhada em preparar as crianças para o mundo de amanhã.

The British College of Brazil

Cidade Jardim Campus / Avenida Engenheiro Oscar Americano, 630, Cidade Jardim. Chácara Flora Campus / Rua Alvares de Azevedo, 50, Chácara Flora

835
VISUALIZAÇÕES