Pesquisas em SP e RJ mostram período favorável para comprar imóveis; valores de aluguéis superam inflação

CEO do Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do Brasil, Leonardo Paz observa que os preços para venda em São Paulo não registraram grandes sobressaltos. “Nos últimos 12 meses, inclusive, as pequenas variações não superaram os principais indicativos do mercado, como dólar, inflação (IPCA15) e Ibovespa, o que indica que existem boas oportunidades para quem deseja investir em imóveis, com visão de longo prazo, ou realizar o sonho da casa própria”, explica Paz.

Em contrapartida, a variação dos valores para locação superou a inflação nesse mesmo período. “Isso se dá ainda pela alta demanda. Acreditamos que, com a estabilização da economia, esta tendência tende a se neutralizar. Com mais dinheiro no bolso e facilidades para a obtenção de crédito para financiamento, o aumento da demanda pela compra deve provocar uma desaceleração nos valores para locação na região”, afirma o CEO.

Em São Paulo, no mês de maio, o preço médio de compra do metro quadrado registrou uma média de R$ 6.005,00/m2, com aumento de 0,1% no mês. Em 2019, os preços acumularam alta de 0,4%, enquanto nos últimos 12 meses registraram queda de 0,4%. O cenário geral é de preços estáveis.

Os bairros mais valorizados na capital paulista foram Ibirapuera, Jardins e Vila Nova Conceição, com preços médios do metro quadrado variando entre R$ 17.305 (Vila Nova Conceição) e R$ 19.658 (Ibirapuera).

Em relação ao aluguel, em maio o preço médio de um apartamento padrão de 65 m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem foi R$ 1.795/mês, com acréscimo de 0,5%. O aumento em 2019 foi de 2,9% abaixo do IGP-M e acima da inflação. De acordo com os levantamentos do portal, hoje são necessários 17,5 anos de aluguel para recuperar o investimento da compra, 5,6% menos que um ano atrás.

Já o cenário do Rio de Janeiro é um pouco diferente: no quesito compra, os preços dos imóveis caíram de janeiro a agosto de 2018, e desde então se estabilizaram. Os bairros com preços mais elevados são Leblon (R$ 21.686 o metro quadrado), Ipanema (R$ 20.049) e Gávea (R$ 15.915). O preço médio do aluguel de um apartamento padrão é R$ 1.474 por mês, acumulando uma queda de 3% em doze meses. O Leblon é um dos bairros mais caros para compra e aluguel – nesse último, o preço é de R$ 4.115 mensais. Segundo o estudo, são necessários 25 anos de aluguel para recuperar o gasto com a compra do imóvel.

898
VISUALIZAÇÕES