Pro Coletivo: Prefeito de Milão anuncia que até 2025 dará adeus ao diesel

Estação de bicicletas da prefeitura de Milão na praça Duomo, onde fica a majestosa catedral

Vários países europeus já anunciaram que vão banir o carro a combustão até 2040. Em janeiro deste ano foi a vez de o prefeito de Milão, Giuseppe Sala, divulgar um programa para vetar a circulação dos carros a diesel. Os veículos serão proibidos gradualmente a partir de outubro deste ano, para que a cidade se torne uma zona de baixas emissões. O objetivo é que a capital da região da Lombardia se torne a primeira cidade italiana sem diesel.

Os líderes políticos da cidade não querem esperar mais para ter a metrópole livre de emissões de poluentes que causam tantos danos à saúde. De acordo com Sala, a proibição será feita em várias etapas por quatro anos, com monitoramento e fiscalizações, até que os carros a diesel parem de circular em 2025.

Veículos elétricos e com novas tecnologias já estão rodando em muitas cidades italianas, ao mesmo tempo que políticas públicas de estímulo ao transporte ativo são cada vez mais intensas. Em Milão, o sistema de aluguel de bikes da prefeitura funciona todos os dias das 7h à 1h e tem os primeiros 30 minutos de aluguel gratuitos. O Ministério do Meio Ambiente italiano também tem fomentado a mobilidade sustentável instituindo zonas de tráfego limitado e compartilhamento de carros.

O objetivo é garantir metas sérias de controle da poluição. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a poluição do ar é responsável por cerca de três milhões de mortes por ano. E a maior parte é causada pela emissão dos carros a combustão.

1260
VISUALIZAÇÕES