The Women mobiliza mulheres para discutir os mais variados assuntos e crescer pessoal e profissionalmente

Nos últimos anos, vários grupos femininos foram formados com o objetivo de discutir a trajetória profissional e estimular o espírito de liderança das mulheres, com executivas e empresárias. Uma outra tendência é a criação de coletivos que mergulham em questões de gênero e diversidade, e há ainda times femininos que se encontram com frequência para celebrar prazeres diversos, como a leitura, a enogastronomia, o esporte (há vários grupos de mulheres ciclistas) e o turismo.

Reunião das integrantes do The Women

Theka Moraes comanda o The Women

No The Women, criado pela empresária Theka Moraes, não há limites no programa, que envolve encontros em São Paulo. “O objetivo é promover autoconhecimento, conexão e novos saberes, em um clima de descontração e acolhimento. São atividades que contribuem para o desenvolvimento pessoal, o networking e a oportunidade de conhecer outras mulheres maravilhosas”, explica Theka.

Desde que surgiu, há um ano, o The Women reuniu grupos de vinte a trinta mulheres em torno de temas como o vinho, a espiritualidade, o planejamento financeiro, o bem-estar, a educação dos filhos e a sexualidade. Os encontros acontecem mensalmente e contam com palestras feitas por especialistas, além de coquetel e jantar harmonizado com vinhos. Há sempre distribuição de mimos e sorteios.

O preço médio é R$ 350. “Esse formato torna o encontro uma experiência agradável, oportunidade para relaxar, trocar ideias e se divertir”, diz Theka. A faixa de idade é variada, e boa parte das mulheres pode ser chamada de “perennial”, termo que define pessoas que não se identificam com rótulos sociais. “A idade é apenas um estado mental”, diz a empresária de moda Jessia Lobo, frequentadora assídua dos encontros do The Women.

thewomenoficial.com

191
VISUALIZAÇÕES