Últimos dias para ver a exposição “Reinventário do Tide”

Calígrafo, artista gráfico, artista plástico e ilustrador, Tide Hellmeister (1942 – 2008) encontrou sua principal forma de expressão nas colagens. Em cada uma de suas obras é possível perceber que Tide compreende o design moderno, o “padrão internacional” das décadas de 60 e 70, sem deixar de utilizar elementos destoantes, sejam estes considerados obsoletos ou inovadores. Artista produtivo, Tide criou mais de três mil obras, deixando como legado um acervo rico em volume e conteúdo.

“Me encarreguei de fazer o inventário e a catalogação de todo o trabalho do meu pai, mas, em função do volume, estava quase ficando maluco”, desabafa André Hellmeister. Com a intenção de colocar a vasta obra do artista em movimento, André e Claudio Rocha, ambos artistas gráficos e condutores do Estúdio Collages, idealizaram o projeto “Reiventário do Tide”. Velhos parceiros, amigos e artistas foram convidados a entrar em contato com o acervo e produzir peças criadas a partir de imagens, fragmentos ou referências gráficas da obra de Tide, a fim de revitalizar e ressignificar seu trabalho.

Os artistas exploram técnicas gráficas como a serigrafia, o letterpress, a impressão digital, o carimbo e a colagem. Entre os convidados estão Paulo André Chagas, Gabriela Castro, Gustavo Marchetti, Guto Lacaz, Luiz Basile, Manuela Eichner, Marcos Mello e Murilo Martins. A exposição das obras é parte do Festival PAX.

Reinventário do Tide
Panamericana Escola de Arte e Design, tel. 3887-4200. Até 15 de setembro.

 

636
VISUALIZAÇÕES